Ponto de Vista
É relativo

Obstáculos aparecem para todos o tempo todo, individualmente ou não, e é o caminho que tomamos para superá-los que determina o nosso caráter e a nossa grandeza. Ter um ponto de vista não é o bastante; ter o ponto de vista correto, sim.

Who?
Um de um todo.

Eu sou um monte de coisas, e coisa nenhuma... Eu prezo os meus amigos, a lealdade entre eu e eles e almejo uma vida ideal com uma moça ideal (como se isso fosse algo inédito pra alguém) Nome: Victor Augusto Cardoso Osório.

More?

Andando pra pensar
São, neste mundo louco.

Chiku no Genkaku
Strange Performed
Ouvir Lune
Vaso de Planta

Sinta-se livre para divulgar
Sinta-se livre.




À nostalgia
E ao desenvolvimento contínuo.

Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Outubro 2008
Dezembro 2008
Fevereiro 2009
Maio 2009
Agosto 2009

Considerações finais(finais?)
Meu céu.

O B R I G A D O


Nova Postagem.
When? terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Faz já mais de um mês que venho tentando postar sem sucesso. Sucessivas idéias me vêm à mente para tal, todas, a meu ver, boas. No entanto, nenhuma parecia boa o bastante.

Eram assuntos que eu sinto necessidade de falar a respeito, e não eram épicos nem sentimentais. Apenas eram...

Hoje, como podem ver na data da postagem, é natal. Uma data no mínimo nostálgica, e os religiosos que me perdoem por isso. Mas é!, As mesmas músicas, os mesmos enfeites, as mesmas conversas entre ou fora da família. Os presentes são diferentes, e até te realizam materialmente às vezes, mas são presentes como em todos os outros anos e nada parece conseguir mudar isso.

Sim, isto me incomoda... O natal se mostra, para mim, como um limite, uma intensa falta de criatividade de toda a sociedade cristã/ocidental.

O natal seria uma boa oportunidade pra difundir assuntos importantes para o mundo, relacionados a... camada de ozônio, desmatamento florestal, avanços tecnológicos, ideais políticos de dêem esperança.

Esperança? A quem?
Acabei de dizer isto e já penso: quem no mundo se interessaria por este tipo de assunto? Todos estão pensando num gordo vetido de vermelho e no que deram/ganharam de presente na manhã de hoje.

Essa falta de consciência, aquela que se vê em cada papel/latinha/stuff jogado no chão sem distinção, sem nem ao menos olhar pro lado pra notar aquela lata de lixo plantada ali, vai destruir este mundo.

Em suma: eu não falei de um tema contínuo, me preocupando com o texto; eu não fui tãão coerente em meus argumentos, e não ligo a mínima... isto porque meu espírito natalino está em alta.

Mas se houve algo de bom neste texto - a curto prazo - foi eu ter finalmente postado e tirado o "forgive me" do topo... ele estava me inibindo a postar algo novo, se é que eu postei algo novo...

Feliz Natal, próspero ano novo, exatamente como no ano passado eu desejei, e no outro antes deste, e no outro... no outro... no outro...

Rach was here. - 5 Comentários
18:08