Ponto de Vista
É relativo

Obstáculos aparecem para todos o tempo todo, individualmente ou não, e é o caminho que tomamos para superá-los que determina o nosso caráter e a nossa grandeza. Ter um ponto de vista não é o bastante; ter o ponto de vista correto, sim.

Who?
Um de um todo.

Eu sou um monte de coisas, e coisa nenhuma... Eu prezo os meus amigos, a lealdade entre eu e eles e almejo uma vida ideal com uma moça ideal (como se isso fosse algo inédito pra alguém) Nome: Victor Augusto Cardoso Osório.

More?

Andando pra pensar
São, neste mundo louco.

Chiku no Genkaku
Strange Performed
Ouvir Lune
Vaso de Planta

Sinta-se livre para divulgar
Sinta-se livre.




À nostalgia
E ao desenvolvimento contínuo.

Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Outubro 2008
Dezembro 2008
Fevereiro 2009
Maio 2009
Agosto 2009

Considerações finais(finais?)
Meu céu.

O B R I G A D O


Forgive me...
When? sábado, 10 de novembro de 2007


Já perceberam como é simples e fácil acusar alguém..? E já notaram que, mesmo para as pessoas mais humildes, pedir desculpas ainda cria uma sensação ruim, semelhante a um recuo de idéias..?

Quanto mais apego você tem a uma pessoa, mais difícil é perdoá-la, embora a vontade para tal seja maior.

Penso que perdoar é a maneira mais fácil de conseguir paz de espírito, mas não adianta perdoar se quem precisa do perdão não se arrepende do que fez, então, nesse caso, o gesto se torna inútil. Porém, pior é se arrepender e não conseguir o perdão... Sabe como é ter um monte de roupa na máquina de lavar? Elas ficam giraando randomicamente e é possível ficar tonto só de assistir àquilo... Meus sentimentos estão numa máquina de lavar. E muito embora agora eu esteja tonto, eu sei que eles vão sair limpinhos de lá.

A vida parece cansativa... rotineira... muito cheia de trabalhos e atividades impostas pela sociedade. E a morte parece um descanso eterno...
Você sabe?
Eu não acredito em outra vida, vida após a morte e reencarnação. Então, não há descanso... não há nada. Ainda que eu acreditasse, não sei se há descanso... e se for ainda mais rotineira e cheia de obrigações, a morte?

Eu tenho começado a pensar que talvez a morte seja trabalhosa, e na verdade, a vida seja as férias. Por isso vou me esforçar pra que minhas férias sejam proveitosas.
Quero que o último pensamento da minha vida... seja de uma pessoa que se divertiu, e está descansada o bastante pra começar a trabalhar.

Eu já te perdoei sem você me pedir desculpas por você não ter me perdoado.

Rach was here. -
07:08


10 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Desculpas são realmente necessárias entre pessoas acostumadas à convivência uma com a outra?

Ass: Anônimo de Nome Não Revelado

10 de novembro de 2007 11:14  
Blogger Rach disse...

Respeito é.
E minhas desculpas são por respeito.

Ass: Dono do blergh que pensa em desabilitar comentários anônimos...

10 de novembro de 2007 11:17  
Anonymous aquela que pariu disse...

achei demais... desculpas são necessárias a todo instante por vc saber que o outro ainda está ali esperando uma atitude sua, mesmo que vc naõ seja o que tem que pedir desculpas.

13 de novembro de 2007 19:40  
Blogger Rach disse...

Mamuxca :D

15 de novembro de 2007 05:00  
Anonymous Xuhxuh disse...

Haa!!!
Amei... eu sei bem o que eh pedir desculpas!!!!
Tchamoooo rachzitoow!!!
;*

15 de novembro de 2007 19:14  
Blogger doralice disse...

acho que perdoar é essencial para uma boa convivencia :)

5 de dezembro de 2007 06:54  
Anonymous Ligd disse...

Saber a hora de pedir desculpas é tão importante quanto saber perdoar, afinal errar é humano e perdoar é divino!
Aproveitando: desculpe qualquer coisa...

Vida longa e próspera!
Kassblah!

5 de dezembro de 2007 15:21  
Blogger juh disse...

Eh muito dificil perdoar... principalmente qndo a pessoa n pede desculpas!!! qria ser tao tranquila qnto vc!

14 de dezembro de 2007 12:18  
Blogger Lucas Pacheco disse...

Primeiro, acerca do seu texto! :D
-Máquina de lavar, cara? Essa porra faz barulho todo dia aqui em casa e nunca pensei em usá-la numa metáfora tão simples, tão cheia de significados. Faz bem ler algo assim. E a respeito desta frase: "Eu tenho começado a pensar que talvez a morte seja trabalhosa, e na verdade, a vida seja as férias" , tipo de frase que me eleva e me tira da mesmisse corriqueira que todos lá fora vivem, sobrevivem. Sabe... trabalho, namoros sem rumo, amizades falsas, fofocas destrutivas, 'homem' no cardápio de hoje, amanhã e sempre... Me lembra uma frase de OP, dita claro, por Monkey D. Ruffy : "Se eu morrer, irei apenas morrer..." a segunda parte era algo do tipo "mas hoje vou quebrar sua cara" XD - 3,0 pra seu texto! (vc gosta do três certo? xD
Agora, sobre seu comentário referente a minha maneira de escrever. -Concordo quase-plenamente com vc chips :D Eu me pergunto oq significa "MPB", já que muito do que vejo não é de "fácil compreensão", é cm chamam. Se for parar para ler "viva o povo brasileiro", será chato pq a cada linha é uma palavra desconhecida vizinha de outra. Eu gosto de ler e entender, tb gosto de conhecer palavras novas, e o que conta é uma leitura agradável, isso, acredito, varia do gosto de cada um. Eu escrevi Bafo,Bafafá, bagaço, li e me deliciei com minha própria leitura. talvez, ou melhor, eu não consegui criar um "TPB" (texto popular brasileiro XD) e fico uma parcela triste por isso, mas outra me diz no pé do ouvido, que fiz um mini texto apreciável, para quem? Não sei...
Obrigado pela habitual sinceridade no comentário ;)

14 de dezembro de 2007 12:39  
Blogger Mila Botto disse...

Chips, nem sabia que você tinha blog. Obrigada pelo comentário, os seus textos estão muito bons.

Beijos

15 de dezembro de 2007 21:32  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial