Ponto de Vista
É relativo

Obstáculos aparecem para todos o tempo todo, individualmente ou não, e é o caminho que tomamos para superá-los que determina o nosso caráter e a nossa grandeza. Ter um ponto de vista não é o bastante; ter o ponto de vista correto, sim.

Who?
Um de um todo.

Eu sou um monte de coisas, e coisa nenhuma... Eu prezo os meus amigos, a lealdade entre eu e eles e almejo uma vida ideal com uma moça ideal (como se isso fosse algo inédito pra alguém) Nome: Victor Augusto Cardoso Osório.

More?

Andando pra pensar
São, neste mundo louco.

Chiku no Genkaku
Strange Performed
Ouvir Lune
Vaso de Planta

Sinta-se livre para divulgar
Sinta-se livre.




À nostalgia
E ao desenvolvimento contínuo.

Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Outubro 2008
Dezembro 2008
Fevereiro 2009
Maio 2009
Agosto 2009

Considerações finais(finais?)
Meu céu.

O B R I G A D O


Entopia
When? sábado, 3 de novembro de 2007


Quem não gosta de um bom chocolate..?
Uma pizza ou uma lasagnha..?
Nós comemos mesmo não nos fazendo bem...

I mean, existe sempre um lado bom e um lado ruim, certo?
"Amar é masoquismo" já dizia, mas... o que não é?
Todas as atividades humanas são masoquismo... trabalhar, sair com os amigos, comprar uma roupa... Estou sendo masoquista agora! Gastando minha energia, que me custa dinheiro, que se trabalha árduamente pra conseguir... pra escrever um texto, que outros masoquistas vão ler, e não necessariamente entender!

Não quero ficar na prateleira... não quero ser um ser apenas por ser um ser... No fim, não tenho nada contra ser masoquista.

Sair nas ruas à noite é perigoso...
Por que?
Porque podem te assaltar... te roubar aquilo que deu trabalho pra conseguir, fora outras atrocidades.
Então... não seria bom se não houvessem assaltos..?
Se simplesmente não houvesse nenhuma possibilidade de ser molestado..? E todos tivessem vidas normais e 100% seguras?

Eu não acho.

Qual seria o destino do mundo?
Não precisaríamos mais de policia, seguradoras, bancos, revistinhas em quadrinhos de super-heróis, Bushs e Hittlers...
O Rio de Janeiro não precisaria do Capitão Nacimento..!
Todas as armas seríam inúteis...
Toda a tecnologia seria destinada ao desenvolvimento da humanidade...
Que humanidade?
Um monte de pessoas retardadas sem reflexos nem medo...
O medo é o que faz você amar...
Se o mundo fôsse feito de paz, não haveria amor.
Amar é um gesto de desespero. É uma necessidade de ter outra pessoa como você ao seu lado, pra proteger ou ser protegido, ou ambos.


É só isso.
Não se pode viver só de paz.
Paz? Deus me livre.

Rach was here. -
08:15


5 Comentários:

Blogger Yami disse...

É TUDO CULPA DO CAPITALISMO!! THE GLOBAL AKECIMENTING IS COMING!!!!!

3 de novembro de 2007 11:08  
Anonymous Amora. disse...

skapoSAKsopksPOAKPOAKossa

Global o que yami? lol

Essa aí sabe ingres mais que tudo. xDD

4 de novembro de 2007 20:58  
Blogger Rach disse...

Ake-cimenting \o/
É coisa de pedreiro, né xico? xD
Preto predreiro |D

4 de novembro de 2007 21:22  
Blogger Lucas Pacheco disse...

"Paz, Deus me livre" aí você fode! :D
Imaginei você dizendo esta frase!
Mas que pensamento mais verdadeiro e assustador. É o tipo de pensamento que deixamos num canto escuro do cérebro, na solitária perpétua da covardia. Seria covardia a palavra? Isso de amar por desespero e medo..
Blog para alguns mentira, para outros algo mais chegado a 'verdade secreta'... "E como é segredo, é claro, todos já sabem" (Alvo Dumbledore, em harry potter xD), apenas... não... comentamos!

14 de dezembro de 2007 13:13  
Blogger Lala. disse...

Acho que o problema da violencia, ou melhor, a falta de paz seria o extremo. Você vai comprar pão, lhe apontam uma arma, antes de você pensar sobre o que esta acontecendo você morre.
Banalização da vida.
Acho que deveria existir um equilibrio, e isso - a meus amigos- não é equilibrio .

21 de novembro de 2009 14:56  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial